17 de jul de 2011

Construção pré-fabricada em alta, ainda em 2011.

Com os financiamentos mais alongados, o crédito bancário farto e os juros um pouco mais baixos nos últimos cinco anos, mesmo que ainda muito altos, têm aquecido não só os negócios das construtoras tradicionais, mas também de empresas do setor de casas pré-fabricadas em concreto. De acordo com a sócia-proprietária da Porto Real, Odúlia Salles, a empresa, de janeiro a março deste ano, vendeu 28 casas. Só para comparar, em janeiro de 2007 foram comercializadas cinco unidades. Até o final de 2011, a expectativa é incrementar as vendas em pelo menos 50%. O otimismo é motivado inclusive pelo aumento do mix de produtos e pelo financiamento oferecido pelos bancos. «Neste ano, com o aumento das opções de financiamento, acreditamos que as pessoas que já tem o terreno e pagam aluguel, terão a oportunidade de fazer a sua casa», comenta a sócia da empresa, com cerca de 900 casas entregues. Além dos pré-fabricados em concreto armado e vibrado, com paredes internas lisas, que podem receber texturas, pintura e cerâmica, existe uma gama de modelos de plantas. Pode-se optar por imóveis de dois, três ou quatro quartos e um ou dois banheiros, conforme a necessidade da pessoa. Os projetos, segundo Odúlia, podem ser modificados ao gosto do cliente e contemplam a fundação e toda a parte elétrica e hidráulica embutida.
Além das casas, a Porto Real, que já atua em alguns municípios mineiros, como São João Del Rei e todo Campo das Vertentes, Governador Valadares, João Pinheiro, Belo Horizonte e Grande BH, tem representantes em outros estados e oferece qualquer artigo que compõe a infra-estrutura de uma residência comum. Fazem parte da lista de produtos do fabricante de Lagoa Santa, na Grande BH, com casa modelo na capital mineira, piscinas em fibra e concreto, sauna, fogão à lenha e churrasqueira.
Na comparação com os modelos tradicionais de casas, os preços das unidades pré-fabricadas, conforme Odúlia, são 50% menos, em média. Atualmente, o metro quadrado da casa montada, no ponto de acabamento, preço base BH e região metropolitana custa R$ 890,00 em média. Alguns exemplos: o preço de uma moradia de um quarto, sala, cozinha e banheiro, de 29,7 metros quadrados, é de R$ 26.700,00. Uma outra, com três quartos, sala, copa, cozinha e dois banheiros, totalizando 93,8 metros quadrados, vale R$ 75.450,00.
As formas de pagamento são várias: financiamento próprio (50% de sinal, com o restante sendo pago em 30, 60 e 90 dias, «sem juros»); Construcard, da Caixa Econômica Federal (taxa de «1,54%» ao mês). Todos os finaciamentos exigem aprovação de crédito do interessado junto aos bancos.
Os preços mais baixos das construções pré-fabricadas em relação aos modelos tradicionais, podem ser explicados principalmente pela redução do desperdício na obra. «O cliente nos entrega o terreno já nivelado, com água encanada e luz. O material (parede, por exemplo) já chega pronto para ser montado e não tem como quebrar. Além disso, a obra é rápida, de 30 a 45 dias, dependendo do projeto, e não há perda de tempo, o que evita o pagamento de horas a mais. O cliente não precisa se preocupar com o andamento da obra», explica. O site da empresa (www.portorealcasaspre.com.br) disponibiliza uma montagem virtual.
A empresa não trabalha com a parte de acabamento, mas possui uma relação de parceiros e profissionais especializados, o que permitiria a entrega da casa completa, pronta para morar. Se quiser, a pessoa pode se responsabilizar por essa parte da construção. «De toda forma, entregamos para o comprador uma lista com todo o material de acabamento básico necessário. Isso evita o gasto com equipamentos desnecessários.»
As casas pré-fabricadas em concreto, na avaliação de Odúlia, proporcionam ganhos não só de preços em relação às moradias tradicionais, mas também de bem-estar. «No quesito conforto térmico, por exemplo, no frio, enquanto no exterior a temperatura é de 14º, no interior da casa é de 19º. E no calor, enquanto a temperatura externa é de 34º, no interior da casa se mantém em torno de 21º», observa.
A cobertura é feita em madeira paraju ou metalon e telhas de barro do tipo colonial. As esquadrias externas são compostas de janelas em metalon ou alumínio e as portas pranchetas em madeira ou metalon. As instalações hidráulicas e elétricas são embutidas.
De acordo com Odúlia, a Porto Real além da construção de moradias para particulares, atua, ainda, no segmento de casas populares, pousadas e chalés.


PRÉ-FABRICADAS
Saiba mais sobre esse tipo de construção

Preços
- Em média, são 50% menores em relação às construções tradicionais
- Valor do metro quadrados da casa montada: R$ 890,00 (média preço base BH e reg. metropolitana)
- Exemplos: moradia de 29,7 m² é de R$ 16.038. Uma outra de 93,8 metros quadrados, vale R$75.450,00

Formas de pagamento
- Financiamento próprio (60% de sinal, com o restante sendo pago em 30, 60 e 90 dias
- Construcard, da Caixa Econômica Federal, com taxa de 1,54% ao mês

Prazo da obra
- Entre 30 e 45 dias, dependendo do projeto.

Vantagens térmicas das pré-fabricadas
- No frio, enquanto no exterior a temperatura é de 14 graus, no interior da casa é de 19 graus
- No calor, enquanto a temperatura externa é de 34 graus, no interior da casa se mantém em torno de 21 graus

A empresa
-  Atua no mercado há 20 anos e possui cerca de 900 casas entregues
- Localização da fábrica: Lagoa Santa, na Grande BH, com casa modelo em Belo Horizonte, Av. Barão Homem de Melo, 1340 - Jd. América

Sites:
www.portorealcasaspre.com.br - www.praticasareal.com.br

Nenhum comentário: